Clique e assine por apenas 6,90/mês

No Twitter, Bolsonaro manda recado a Caetano Veloso e Daniela Mercury

Presidente criticou indiretamente os dois artistas que lançaram canção "Proibido Carnaval" há um mês

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 5 Mar 2019, 15h02 - Publicado em 5 Mar 2019, 15h00

O presidente Jair Bolsonaro alfinetou nesta terça-feira (5) os cantores Caetano Veloso e Daniela Mercury no Twitter. Sem citar o nome de nenhum dos dois artistas, Bolsonaro escreveu que “dois famosos” acusam seu governo de querer acabar com o Carnaval.

“Dois famosos acusam o governo Jair Bolsonaro de querer acabar com o Carnaval. A verdade é outra”, disse o presidente. “Esse tipo de ‘artista’ não mais se locupletará da Lei Rouanet”. A indireta feita a Bolsonaro aconteceu pouco mais de um mês depois que os dois artistas lançaram juntos a música “Proibido Carnaval”.

Junto com o texto, Bolsonaro postou uma marcinha. Logo no começo dela, o cantor dedica a música ao “nosso querido Caetano Veloso e a nossa querida Daniela Mercury”.

A letra da música publicada por Bolsonaro fala que “tem gente ficando doida sem a tal Lei Rouanet”. E também que o Carnaval bancado com dinheiro público não será mais permitido.

Publicidade