No ar em Segundo Sol, Letícia Colin fala abertamente sobre sexualidade

A personagem Rosa tem transformado as percepções da atriz paulista

Interpretar uma prostituta em Segundo Sol, novela escrito por João Emanuel Carneiro e exibida na faixa das nove, fez com que a atriz Letícia Colin pensasse mais sobre sua sexualidade.

“Tive criação católica, conhecer a sexualidade e lidar com ela livremente leva tempo”, disse a paulista ao jornal Extra. Se deparar com o preconceito da família contra a personagem, que tem o nome de Rosa, também impactou a atriz.

“Óbvio que ela não imaginou que não seria bem recebida. O sistema, antigo e preconceituoso, acha que a mulher que trabalha com sexualidade não tem valor. E não é assim. A pessoa tem dignidade”, disparou.

Letícia ainda destacou o que tem percebido durante seus estudos sobre o tema: “Percebi que sexualidade é poder, força, direito, expressão”, para depois completar: “Esse papel está me transformando profundamente, é uma jornada pessoal”.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s