Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

O natal de três comunidades estrangeiras na capital

Veja como alemães, armênios e bolivianos celebram a data por aqui

Por Vinicius Tamamoto 5 jan 2018, 06h00

São Paulo é o lar de cerca de 150 000 estrangeiros, de acordo com o último censo realizado pelo IBGE. São pessoas de várias partes do mundo que escolheram a capital para viver. Mesmo longe de seu país, muitos carregam tradições e costumes para celebrar dias especiais como o Natal. Abaixo, as diferenças culturais de três nações durante as comemorações da data.

Alemanha

Divulgação/Veja SP

Nos quatro domingos que antecedem o Natal, os alemães acendem uma das velas que compõem a coroa do advento, uma espécie de guirlanda. Entre as comidinhas há o biscoito plätzchen, em vários formatos, e o stollen, o bolo natalino.

Armênia 

Divulgação

O Natal armênio é comemorado em 6 de janeiro, tradição que muitas famílias que vivem no Brasil mantêm. A mesa é composta de comidas como o arroz natalino com frutas secas e o doce anoush abour — além da romã, que simboliza fartura.

Bolívia

Divulgação/Veja SP

Os destaques são a trilha sonora com “villancicos navideños”, canções típicas da data, e os presépios, que remontam ao nascimento de Jesus. Um dos pratos mais populares é a picana, um ensopado de carne de boi, frango e cordeiro.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade