Clique e assine por apenas 6,90/mês

Museu Judaico de São Paulo é inaugurado no local da sinagoga Beth-El

Estabelecimento será aberto às 11h deste domingo (22), com cerimônia especial

Por Mauricio Xavier [com reportagem de Giovana Romani, Isabella Villalba, Mariana Barros e Nathalia Zaccaro] - Atualizado em 5 Dec 2016, 18h04 - Publicado em 21 May 2011, 00h50

Desde o início de sua construção, em 1929, até o ano passado, a sinagoga Beth-El esteve aberta à prática religiosa judaica na Rua Martinho Prado. Em 1932, houve a primeira reza no local. Com o passar dos anos, a comunidade perdeu moradores em regiões próximas ao centro e a frequência no templo diminuiu. Às 11h deste domingo (22) será inaugurada a obra que transformará o prédio no Museu Judaico de São Paulo. Na ocasião, uma urna será enterrada no jardim contendo vários objetos — entre eles, um exemplar desta edição de VEJA SÃO PAULO. “Sentíamos falta de um espaço de memória”, diz a gerente do museu, Jackie Naftal. Cerca de 1.000 objetos já fazem parte do acervo. A abertura do local está prevista para 2013.

Publicidade