Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Mulher morre após ser atacada com marreta dentro de vagão do Metrô

Homem teria sofrido surto psicótico; ele foi preso em flagrante e está em hospital com escolta policial

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 27 abr 2021, 14h28 - Publicado em 27 abr 2021, 12h20

Um homem agrediu uma passageira do Metrô de São Paulo com golpes de marreta na madrugada desta segunda-feira (26). Ela morreu. O crime aconteceu dentro de um vagão de um trem da linha 1-Azul quando a composição estava na Estação da Sé. O agressor, que quase foi linchado por outros passageiros, foi preso em flagrante e internado em um hospital.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, a vítima tinha 46 anos e chegou a ser levada até o hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no mesmo dia.

O homem que matou a mulher é um aposentado de 55 anos. Segundo relatos de passageiros, ele carregava uma faca e uma marreta e teria sofrido um surto psicótico. Ele segue internado com escolta policial.

As identidades do homem e mulher, que não se conheciam, não foram divulgadas. De acordo com a SSP, a Polícia Civil vai investigar o caso. O crime foi registrado como homicídio na Delegacia do Metropolitano (Delpom), na Barra Funda.

Continua após a publicidade
Publicidade