Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Alex Periscinoto, ícone da publicidade, morre aos 95 anos vítima da Covid

Figura importante na modernização da propaganda brasileira, o comunicador foi fundador e sócio da agência Almap/BBDO

Por Redação VEJA São Paulo 18 jan 2021, 11h59

O publicitário Alex Periscinoto morreu neste domingo (17) devido à complicações da Covid-19. O fundador e sócio da agência Almap/BBDO tinha 95 anos e foi uma figura importante da modernização da propaganda no Brasil. Ele deixa a esposa Maria Lúcia, duas filhas, quatro netos e um bisneto.

Periscinoto era natural da cidade de Mococa, interior de São Paulo. Em 2000, ele fundou a SPGA Consultoria de Comunicação juntamente com Luiz Sales, Sérgio Guerreiro e Walter Fontoura. 

O publicitário prestava serviços de consultoria para ESPM, Vale, Santos Brasil, Votorantim, BASF e Bradesco. Ele ainda teve uma passagem no governo federal como Secretário de Comunicação da Presidência da República, além de ser membro do British Council, da Bienal de São Paulo, do MASP e do Conselho Deliberativo da ESPM.

O velório de Alex Periscinoto será exclusivo para familiares e contará com uma missa online, ainda sem data. 

Continua após a publicidade

+Assine a Vejinha a partir de 6,90

 

 

Continua após a publicidade

Publicidade