Clique e assine por apenas 6,90/mês

Morre o empresário J. Hawilla

Ex-dono da agência de marketing esportivo Traffic, ele foi um dos delatores do caso Fifa Gate

Por Redação VEJA São Paulo - 25 May 2018, 13h03

O empresário e jornalista J. Hawilla morreu nesta sexta (25), aos 74 anos. Ele estava internado no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, com problemas respiratórios.

Em 2013, Hawilla tornou-se delator do caso Fifa Gate, uma investigação do Departamento de Justiça dos Estados Unidos, o FBI e a Receita Federal americana que revelou casos de corrupção na entidade. Pelo acordo, o empresário devolveu 151 milhões de dólares.

Natural de São José do Rio Preto (SP), Hawilla iniciou a carreira anos anos 60 como repórter esportivo, atuando posteriormente em emissoras como Rádio Bandeirantes e TV Globo.

Nos anos 80, adquiriu a Traffic, entrou no ramo da publicidade em campos de futebol e transformou a empresa na maior agência de marketing esportivo do país.

Continua após a publicidade

Também fundou a TV TEM, afiliada da Rede Globo no interior paulista, e foi dono do Diário de São Paulo.

O empresário deixa mulher, três filhos e seis netos.

Publicidade