Clique e assine por apenas 6,90/mês

Alexandre Frota é convocado a depor no Ministério Público

Ator é investigado por incitação ao crime e violência de gênero após afirmar em março ter feito sexo com mãe de santo que “apagou” e “teve um troço”

Por Veja São Paulo - Atualizado em 5 Dec 2016, 12h11 - Publicado em 10 Aug 2015, 20h08

O ator Alexandre Frota deverá ser ouvido nos próximos dias no Ministério Público do Estado de São Paulo sobre o caso que relatou durante uma edição do extinto programa Agora é Tarde, da Band, em março deste ano.

No talk show, ele afirmou ter mantido relações sexuais com uma mãe de santo que “apagou” e “teve um troço”. O caso provocou revolta nas redes sociais, com Frota sendo acusado de ter estuprado a mulher.

O ator está sendo investigado por incitação ao crime e violência de gênero pela Promotoria de Justiça Criminal da Barra Funda e pelo Grupo de Atuação Especial de Enfrentamento à Violência Doméstica (Gevid).

Um ato contra Frota foi organizado nesta segunda-feira (10) em uma página no Facebook pelo grupo de movimentos sociais Juntas e pela Secretaria de Mulheres do Sindicato dos Trabalhadores da Universidade de São Paulo, acumulando 1 000 presenças confirmadas até o início da noite.

+ Confira as últimas notícias

Publicidade