Clique e assine por apenas 5,90/mês

Grito dos Excluídos reúne cerca de 1 000 pessoas em São Paulo

Grupo pretendia chegar ao Parque do Ibirapuera, mas se dispersou na Praça Armando de Sales Oliveira no início da tarde deste domingo (7)

Por VEJA SÃO PAULO - Atualizado em 5 dez 2016, 14h07 - Publicado em 7 set 2014, 15h27

Realizada tradicionalmente em 7 de setembro, dia da Independência do Brasil, a marcha Grito dos Excluídos reuniu cerca de 1 000 pessoas no centro de São Paulo, de acordo com a Polícia Militar. A 20ª edição da manifestação aconteceu pacificamente neste domingo.

A concentração aconteceu na Praça da Sé. Durante o percurso, o grupo ocupou duas faixas da Avenida Brigadeiro Luís Antônio. Os participantes pretendiam chegar no Parque do Ibirapuera, mas a passeata acabou às 13h30, na Praça Armando de Sales Oliveira, onde fica o Monumento às Bandeiras.

+ Bombeiros apagam incêndio em fábrica de meias e cuecas no Brás

Este ano, a marcha tinha como tema “Ocupar as ruas e praças por liberdades e direitos”.

+ Confira as últimas notícias da cidade

O Grito dos Excluídos acontece em várias cidades do país e aborda pautas como exclusão social, assassinato de jovens, delimitação das terras indígenas e violência contra a mulher.

Continua após a publicidade
Publicidade