Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Após morte de fundador, torcida Mancha Verde encerra atividades

Moacir Bianchi foi encontrado morto na madrugada desta quinta (2); carro que levava o dirigente foi atingido por vários tiros

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 2 mar 2017, 18h20 - Publicado em 2 mar 2017, 18h05

Maior torcida organizada do Palmeiras, a Mancha Alviverde anunciou a suspensão das atividades depois de 34 anos. O anúncio foi divulgado depois do assassinato do dirigente Moacir Bianchi, 48 anos, um dos fundadores da organização.

Bianchi foi encontrado morto na madrugada desta quinta (2), depois de ter sido alvejado por vários tiros na Avenida Presidente Wilson, no Ipiranga. Ele estava dentro de um Honda City, que bateu contra ao muro de um estabelecimento comercial. A PM chegou ao local porque a colisão disparou o alarme. Não houve queixa de furto ou roubo.

O dirigente Moacir Bianchi
O dirigente Moacir Bianchi Facebook/Divulgação

Em comunicado publicado no Facebook, a Mancha lamenta a morte de Bianchi e afirma que, por conta da perda “está encerrando suas atividades por tempo indeterminado”. O texto também faz referência a “diversos problemas que a torcida vem passando“. A página da Escola de Samba Mancha Verde também fez homenagens a ele.

post-mancha

Junção de três antigas torcidas do clube, o Grêmio Recreativo e Cultural Torcida Mancha Alviverde foi fundado em janeiro de 1983 por integrantes da atual escola de samba Mancha Verde.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês