Continua após publicidade

Justiça decreta falência de Alexandre Frota por dívidas de R$ 1,4 milhão

Juiz atendeu a pedido do deputado, que alegou ter dívidas maiores do que seu patrimônio

Por Redação VEJA São Paulo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 15 dez 2022, 13h53 - Publicado em 15 dez 2022, 13h52

A Justiça declarou a insolvência do deputado federal Alexandre Frota (PROS-SP), após ele alegar que tem dívidas superiores ao seu patrimônio e não consegue quitá-las. O parlamentar afirmou que foi condenado em várias ações indenizatórias em decorrência de sua atuação na Câmara, e que deve 1 400 000 reais.

O pedido foi aceito pelo juiz Carlos Aiba, da 3ª Vara Cível de Cotia, na Grande São Paulo.

+ Natal em SP terá shows de funk, balé aéreo e outras 100 atrações gratuitas

A insolvência é um instrumento jurídico que declara a falência de uma pessoa, reconhecendo que o devedor possui mais dívidas do que consegue pagar. Com essa declaração, a pessoa passa a não poder mais administrar os próprios bens – o que é feito pelo maior credor.

Continua após a publicidade

O juiz ainda determinou que o Banco Econômico S/A ficará responsável por administrar os bens de Frota, até que ele quite todas as dívidas que tem. Agora, não poderão mais incidir juros sobre as dívidas de Frota, e tudo o que ele estiver devendo vai ser direcionado para este processo, para ser administrado pelo banco.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.