Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Confusão em Ilhabela: filas e aglomeração na balsa

Barreira sanitária foi instaurada pela prefeitura neste sábado (12) em função do aumento significativo dos casos confirmados de Covid-19

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 13 dez 2020, 13h35 - Publicado em 13 dez 2020, 13h30

Desde às 6h do último sábado (12), para entrar em Ilhabela, é preciso passar pela medição de temperatura na balsa. Outras medidas instauradas pela prefeitura foram a limitação da capacidade das embarcações e a marcação de espaçamento para garantir o distanciamento social. Neste domingo (13), pela manhã, o efeito das medidas incluiu filas e aglomeração na balsa. Os moradores têm embarque preferencial como pedestres na travessia. Ainda não foi anunciada a data de término da barreira sanitária.

Trata-se de uma ação da Prefeitura de Ilhabela para tentar enfrentar a proliferação do novo coronavírus. O aumento de casos de Covid-19 na ilha é significativo: 36% mais casos confirmados só no último mês. A média móvel de novos casos cresceu 68% nos últimos 14 dias.

Um hospital de campanha está sendo erguido ao lado do estacionamento do hospital Mário Covas. A expectativa é que fique pronto nos próximos 10 dias e atenda pacientes que não são diagnosticados com Covid-19, para liberar leitos para quem manifestar a doença e precisar de cuidados intensivos. 

 

Continua após a publicidade
Publicidade