Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Polícia mineira prende homem que matou ex-mulher em São Paulo

Hugo Gabrich era considerado foragido

Por Sérgio Quintella Atualizado em 27 dez 2016, 14h47 - Publicado em 18 nov 2016, 17h15

O corretor de imóveis Hugo Gabrich, de 50 anos, foi preso na tarde desta sexta (18) em Minas Gerais. Ele era considerado foragido da Justiça desde ontem, quando a polícia paulista pediu sua prisão preventiva. 

Gabrich aparece em imagens das câmeras de segurança do prédio de sua ex-mulher, Edna Amaralina da Silveira, de 28 anos, na madrugada de sábado (12), antes e depois de efetuar seis disparos – quatro na jovem e dois no acompanhante dela, um empresário de 42 anos.

Suspeito de matar ex-mulher pediu demissão na véspera do crime

 Ele  será transferido para São Paulo, mas ainda não há uma data, pois o acusado está internado em uma clínica psiquiátrica na capital mineira devido a um quadro de drepressão.   

Em nota, a Polícia Civil de Minas Gerais diz que vai manter o preso sob custódia.

Continua após a publicidade

“A Polícia Civil de Minas Gerais foi procurada no final da manhã desta sexta-feira (18), pelo advogado de Hugo Alexandre Gabirch, 50 anos, apontado como responsável pelo homicídio da ex-companheira, Edna Silveira, 28 anos.

O crime ocorreu na madrugada do dia 12 desse mês na zona sul de São Paulo.

O advogado informou à polícia que seu cliente está internado em uma clínica psiquiátrica na zona sul de Belo Horizonte em virtude de um quadro depressivo.

Uma equipe de policiais civis esteve no hospital, nesta tarde, mas foi informada pela equipe médica do estado de saúde de Hugo, não sendo possível o encaminhamento do suspeito para o sistema prisional.

Hugo permanece na clínica sob escolta, já que existe mandado de prisão em seu desfavor”.

Continua após a publicidade
Publicidade