Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Guindastes de obra do Itaquerão estão interditados

Fiscais do Ministério do Trabalho estiveram no estádio e esperam documentação

Por Redação VEJA SÃO PAULO Atualizado em 5 dez 2016, 15h25 - Publicado em 29 nov 2013, 12h33

Fiscais da Superintendência Regional do Ministério do Trabalho, que estiveram na Arena Corinthians na última quinta-feira (28), embargaram provisoriamente os guindastes da obra.  O acidente na quarta-feira (27) matou dois funcionários e a Defesa Civil interditou 30% da área do estádio.

+ Defesa Civil acredita que houve falha de procedimento em acidente

Em nota, a Odebrecht confirmou o embargo e disse que ele acontecerá até a entrega da documentação solicitada pelo órgão. “A empresa apresentará todos os documentos solicitados no mais breve prazo de tempo possível.” Ainda de acordo com a construtora, essa medida não altera a decisão de retomar os trabalhos na segunda-feira (2). Outros serviços que não necessitam do uso dos equipamentos serão realizados.

+ Funcionários dormiam após o almoço no momento do acidente

O Itaquerão está prometido para dezembro, mas é possível que atrase por causa do acidente. Em junho deste ano, quando a Odebrecht tentava marcar a entrega para 2014, a Fifa acordou publicamente com a construtora e Andrés Sanchez, ex-presidente do Corinthians, que a arena ficaria pronta ainda em 2013.

Continua após a publicidade
Publicidade