Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Gráfico distorcido com liderança de João Doria em pesquisa vira piada

Post na página do diretório paulista do PSDB comemorava o primeiro lugar nas intenções de voto, mas acabou apagado após exagero na arte

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 29 Maio 2018, 19h40 - Publicado em 29 Maio 2018, 19h37

Um gráfico divulgado nas redes sociais do diretório paulista do PSDB causou polêmica nesta terça (29). A imagem, com uma pesquisa Ibope para o governo do estado de São Paulo, trazia o líder João Doria exageradamente acima dos demais concorrentes.

Divulgação/Veja SP

Os 22% do pré-candidato tucano apareciam lá no topo, perto dos 90%, em uma distância abissal em relação aos 15% de Paulo Skaf, que concorre à mesma cadeira pelo partido MDB. O índice de Doria ganhava até mesmo dos 40% de brancos e indecisos.

O episódio, claro, rendeu memes na internet. Horas depois, após uma enxurrada de críticas, a comemoração exagerada saiu do ar. Mas as piadas continuam se propagando (veja abaixo). Detalhe: a gafe ocorreu bem na data em que é celebrada o Dia do Estatístico.

Segundo a assessoria de imprensa do ex-prefeito, o erro teria sido cometido pela equipe do PSDB. Ao ver o gráfico, Doria pediu para retirá-lo da rede.

Reprodução/Veja SP
Reprodução/Veja SP
Continua após a publicidade
Publicidade