Continua após publicidade

Sargento da PM lamenta a morte de filho baleado por policial aposentado

"Meu filho foi julgado e executado sem defesa", publicou o PM; Marcos Monteiro da Silva, de 19 anos, participou de uma tentativa de assalto

Por Redação VEJA São Paulo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 14 nov 2023, 10h40 - Publicado em 14 nov 2023, 10h14

Um policial aposentado reagiu a uma tentativa de assalto e matou a tiros os dois criminosos que tentaram roubar sua moto de luxo na Rodovia Fernão Dias, no sábado (11). Um deles é Marcos Monteiro da Silva, de 19 anos, filho de um sargento da Polícia Militar.

Em seu Instagram, o sargento lamentou a morte do jovem. “Meu lindo filho brutalmente executado depois de domingo por quem deveria cumprir a lei. Mesmo ele estando no lado errado, a lei é pra ser cumprida. Meu filho foi julgado e executado sem defesa”, publicou.

sargento-pm-morte-filho-policial-moto
Publicação feita pelo sargento da PM em seu Instagram (Redes sociais/Reprodução)

De acordo com o g1, a Ouvidoria da Polícia informou no domingo (12) que pedirá que a Polícia Civil e o Ministério Público (MP) investiguem a suspeita de que os dos criminosos podem ter sido executados pelo policial aposentado.

Entenda o caso

De acordo com o boletim de ocorrência, o policial estava com sua esposa em sua moto, quando viu pelo retrovisor dois homens se aproximando em outra moto. Eles emparelharam com a motocicleta do policial e um deles apontou a arma anunciando o assalto. O policial interveio e reagiu à abordagem, atingindo os suspeitos.

Os criminosos morreram no local.

Continua após a publicidade

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), todas as armas foram apreendidas e encaminhadas para perícia. As circunstâncias do fato serão apuradas pelo 19º DP e o caso foi registrado como homicídio, roubo de veículo tentado e consumado; excludente de ilicitude e localização/apreensão e entrega de veículo pelo 73º DP.

A pasta de segurança informou que, por se tratar de um policial militar aposentado, todas as circunstâncias estão sendo apuradas pela Polícia Civil, no 19º DP.

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.