Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Escola vítima de massacre em Suzano volta às atividades na segunda (18)

Espaço será reaberto para professores e funcionários. A data de retorno às aulas será definido nesta semana

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 17 mar 2019, 19h03 - Publicado em 17 mar 2019, 19h02

A Secretaria da Educação do Governo de São Paulo anunciou que a Escola Estadual Professor Raul Brasil, vítimas do massacrea em Suzano, na Grande São Paulo, volta a funcionar na segunda-feira (18) para professores e funcionários.

Segundo o Governo, a ideia é fazer o planejamento e a estruturação de atividades de acolhimento e preparação psicológica, com apoio de secretarias, da Prefeitura de Suzano e de profissionais do Instituto de Psicologia da USP, entre outros.

A partir da terça-feira (19), a escola será reaberta para os alunos participarem de atividades de acolhimento. O espaço está sendo pintado e revitalizado.

A definição sobre a data da retomada das aulas será tomada pela direção da escola nesta semana

Continua após a publicidade
Publicidade