Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Engavetamento deixa vítimas e interdita por sete horas a Régis Bittencourt

Quatro caminhões e um ônibus bateram; um dos veículos pegou fogo

Por Redação VEJA São Paulo 2 mar 2019, 14h59

Um engavetamento envolvendo quatro caminhões e um ônibus de turismo deixou três pessoas feridas e interditou durante sete horas a rodovia Régis Bittencourt (BR-116), na madrugada deste sábado (2) em Miracatu, no Vale do Ribeira, interior paulista. Um dos caminhões pegou fogo. O congestionamento, na pista sentido Curitiba, chegou a trinta quilômetros. Com o trânsito totalmente parado, uma jovem que viajava para São Paulo passou mal e morreu na estrada. O acidente aconteceu por volta das 2h da manhã, quando duas carretas estavam paradas no acostamento, no km 342, no fim da Serra do Cafezal.

Um caminhão acabou atingindo os dois veículos parados e ficou atravessado na pista. Outro caminhão e o ônibus que vinham na sequência não conseguiram frear. Com a sequência de batidas, um caminhão carregado com papelão pegou fogo. A pista ficou totalmente interditada. As chamas e a fumaça obrigaram à interdição também da pista contrária para o trabalho do Corpo de Bombeiros.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, duas pessoas que estavam no caminhão em chamas foram retiradas da cabine. Uma delas, em estado grave, foi socorrida em Miracatu e transferida para o Hospital Regional de Pariquera-Açu. No ônibus, que seguia de Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo, para Tubarão, em Santa Catarina, outras duas pessoas tiveram ferimentos leves e receberam atendimento no local.

Morte. Uma jovem de 25 anos que estava no interior de uma van, parada no congestionamento, no km 337, morreu após sofrer uma parada cardíaca. Ela chegou a ser atendida por socorristas da rodovia, mas não resistiu. Segundo a concessionária, as equipes fizeram massagem cardíaca e outros procedimentos, mas não conseguiram reanimar a vítima. A jovem seguia com amigos da capital paulista para Florianópolis (SC) quando a van ficou retida no congestionamento. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Registro, na mesma região.

Com Estadão Conteúdo.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Edições da VejaSP liberadas no App Veja de maneira imediata

a partir de R$ 12,90/mês