Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

“Eu podia ter morrido”, diz menina que dormiu em shopping após temporal

Larissa Ferreira voltava para casa de ônibus no momento em que chuva atingiu a capital nesta segunda-feira (11)

Por Ricardo Chapola Atualizado em 11 mar 2019, 18h33 - Publicado em 11 mar 2019, 18h25

Funcionária de uma livraria da capital, Larissa Ferreira, 23, foi obrigada a dormir no Central Plaza Shopping, na Zona Leste, por conta do forte temporal que caiu em São Paulo na madrugada desta segunda-feira (11).

No momento em que a chuva apertou, a garota estava dentro de um ônibus, voltando para a casa, perto do centro de compras, na região do Tamanduateí.

Sem conseguir transitar pela área, o ônibus que Larissa tomou ficou ilhado em frente ao shopping por cerca de uma hora e meia. “À medida que a água ia subindo, as pessoas de dentro do veículo começaram a pedir socorro”, conta. “Os funcionários do shopping resgataram a gente. Eles fizeram uma espécie de corda com a mangueira de incêndio.”

Com as ruas cheias de água, Larissa precisou passar a noite no endereço. O local, segundo ela, estava cheio de gente. “Abriram as lanchonetes de novo. Serviram batata frita e nuggets”, relata.

A garota dormiu em um estande de produtos infantis. Diz que não sentiu medo quando estava dentro do ônibus, só depois, ao perceber a situação do veículo na rua. “Quando vi a água chegando ao teto, pensei: podia ter morrido lá dentro”, acredita.

Garota fotografou ônibus praticamente submerso após temporal em SP Reprodução/Veja SP

A garota só conseguiu sair do Central Plaza por volta das 10h desta segunda-feira (11). Como algumas vias da região ainda estavam alagadas, foi liberada do trabalho e passou o dia em casa.

Continua após a publicidade

Publicidade