Clique e assine por apenas 6,90/mês

Em evento, Doria é chamado de presidente e público aplaude

O ato falho foi cometido pelo vereador Reginaldo Trípoli (PV) em evento realizado na praça Charles Miller

Por Redação VEJA São Paulo - 27 ago 2017, 11h47

Durante a assinatura do decreto que autoriza a criação da coordenadoria de proteção e bem-estar de animais domésticos de São Paulo, o prefeito da cidade, João Doria (PSDB) foi chamado, por engano, de “presidente” pelo vereador Reginaldo Trípoli (PV). Engano que foi aplaudido pelo público presente. “É um ato falho, mas um ato falho para o bem”, disse Trípoli, defensor da coordenadoria animal.

A assinatura aconteceu há pouco no evento SP Animal realizado nesta manhã na praça Charles Miller na capital paulista. O esperado é que 7 mil pessoas participem do evento.

O prefeito participa agora de uma caminhada coletiva, acompanhado de uma de suas cadelas, da raça samoieda, chamada Lola, além de secretários do seu governo. “Não há dinheiro público no evento”, afirmou Dória após a assinatura. Segundo ele tudo foi patrocinando pela iniciativa privada. O SP Animal promove também a vacinação antirrábica para gatos e cachorros, entre outros serviços. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Fonte: Estadão Conteúdo

Publicidade