Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

“Para conversar com doido, só outro doido”, diz deputado sobre Bolsonaro

Deputado federal mais votado da Bahia, com 323 mil votos, o Pastor Sargento Isidório, do Avante, se diz ex-gay, curado pela religião.

Por Alexandre Orrico 22 Maio 2019, 12h14

Deputado deferal mais votado da Bahia, com 323 mil votos, o Pastor Sargento Isidório, do Avante, é uma figura polêmica: se diz ex-gay, curado por Deus.

Na noite desta terça-feira (21), Isidório foi ao plenário da Câmara criticar o chamado Decreto de Armas de Jair Bolsonaro, que facilita o porte de armas a civis no Brasil.

Para o deputado, alguém tem que ser um mediador entre o Congresso e o presidente. Para ele, é a Câmara tem criar uma comissão para estabelecer esse diálogo para isso ou mesmo definir um parlamentar para a missão. Dito isto, ele mesmo se voluntariou.

“Pelo perfil dele, me sinto preparado para ir até lá, se for necessário, porque venho da Bahia, sou conhecido como doido. E para conversar com doido, só outro doido.”

Veja o discurso de Isidório:

Depois de muitas críticas, o presidente Jair Bolsonaro publicou nesta quarta (22), várias retificações no chamado Decreto de Armas.

Continua após a publicidade
Publicidade