Continua após publicidade

Denúncias de trabalho escravo mais do que dobram no estado de São Paulo

Foram 180 registros no ano de 2021; só na capital foram resgatados 47 trabalhadores nessa situação

Por Redação VEJA São Paulo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 16 fev 2022, 12h21 - Publicado em 16 fev 2022, 12h13

Relatório do MPT-SP (Ministério Público do Trabalho de São Paulo) indica que a quantidade de denúncias relatando trabalho escravo mais do que dobrou em 2021 no comparativo com 2020. Foram 180 casos no ano passado, ante 87 no primeiro ano da pandemia.

+Petrópolis: chuva deixa 38 mortos e cidade decreta calamidade pública

Essas denúncias são relativas a área de abrangência do órgão, que inclui, além da capital, Grande São Paulo, Baixada Santista e Mogi das Cruzes.

Só na cidade de São Paulo, foram resgatados 47 trabalhadores situação análoga à escravidão, quase duas vezes mais do que o registrado em 2020, quando 16 pessoas foram libertas dessa situação degradante.

Segundo os dados do MPT-SP, foram ajuizadas dez ações civis públicas contra empresas por manterem mão de obra escrava em suas dependências. Outras 17 empresas flagradas firmaram TACs (termos de ajustamento de conduta) para adequar as condições de trabalho impostas aos empregados.

Continua após a publicidade

+Três bancas são interditadas no Mercado Municipal por ‘golpe da fruta’

Dados do Ministério do Trabalho e Previdência divulgados em janeiro último dizem que a quantidade de denúncias de trabalho escravo explodiu em todo o país. Foram 1.415, alta de 70% maior no comparativo com 2020.

Pelos dados do Ministério, as principais vítimas em todo país são mulheres negras e que atuam em trabalho doméstico.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.