Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

CPTM e Metrô disponibilizam aplicativo que oferece bilhetes pelo celular

Novo tipo de passagem conta com QR Code que é lido na catraca

Por Redação VEJA São Paulo 11 dez 2020, 20h45

O governo de São Paulo disponibilizou nesta sexta-feira (11) um aplicativo que permite o embarque em estações da CPTM e do Metrô por meio de QR Code. De acordo com a administração a alternativa “chega para substituir, a médio prazo, o bilhete único tradicional”.

O valor pago pelo bilhete adquirido pelo aplicativo, chamado de TOP, é o mesmo das bilheterias, R$4,40. O serviço já está disponível em celulares com sistemas operacionais do tipo Android e IOS. Após baixar o app, o passageiro deve realizar um cadastro e colocar um cartão de crédito ou débito no sistema para adquirir as passagens.

O usuário pode adquirir até dez bilhetes por dia, que ficam disponíveis no aplicativo sem prazo de expiração. Quando uma passagem é adquirida, um QR Code aparece na tela. O passageiro deve aproximar a tela do celular das catracas que têm suporte para a tecnologia, posicionando a tela do aparelho de frente para o leitor, que depois de verificar o código, libera a catraca.

 

Continua após a publicidade
Publicidade