Continua após publicidade

Cinco amigos-secretos diferentes

Sugerimos brincadeiras novas para a velha troca de presentes de todo fim de ano

Por Adriano Conter
Atualizado em 5 dez 2016, 17h33 - Publicado em 7 dez 2011, 11h05

Na empresa, na festa de família, entre os amigos e na faculdade. Com o fim de ano, começam os amigos-secretos. O jogo todo mundo conhece já faz tempo. Para quem não aguenta mais a mesmice e quer inovar na forma de trocar presentes, sugerimos cinco outras maneiras de brincar.

+ Confira o roteiro com as decorações de Natal na cidade

+ Boas dicas para não fazer feio no amigo-secreto da sua empresa

1 – Amigo-ladrão

Não precisa fazer sorteio, pelo menos até o começo do jogo. Mas tem que comprar um presente, que não pode ser muito específico – as lembranças precisam servir para qualquer pessoa do grupo, seja homem, mulher, adulto ou criança.

Quando a brincadeira começar, os pacotes devem estar dispostos em uma mesa para todos verem. O próximo passo é ordenar os participantes por sorteio.

Continua após a publicidade

O primeiro escolhe uma embalagem, abre e aguarda. Em seguida, o segundo pega outro item, abre e faz a sua escolha: se gostou, fica com o objeto e passa a vez; se não gostou, troca com quem abriu o presente antes. O décimo participante, por exemplo, poderá fazer a troca com todos os nove amigos anteriores.

Todos os jogadores podem fazer até uma troca de presente. Quem passar a vez sem fazer troca poderá usar o recurso quando for “roubado”. O primeiro sorteado é o último a decidir se quer mudar de presente com alguém.

2 – Cumprimento-secreto

Primeiro é escolhida uma categoria de presente, que pode ser, por exemplo, DVD ou livro. Em seguida, cada participante compra um presente e espera o dia da confraternização. Não precisa embrulhar.

No dia da festa, o presente é trocado com quem for cumprimentá-lo. É preciso saudar todo mundo. A cada cumprimento, uma troca é feita. Por isso, é importante escolher bem a ordem de seus abraços.

Continua após a publicidade

3 – Amigo-artesão

Funciona como o amigo-secreto tradicional, mas o presente muda. Nada pode ser comprado. A ideia é criar algo que vá agradar o presenteado. Pode ser um CD com as suas músicas favoritas, um pen-drive com uma boa seleção de filmes, um desenho, uma fotografia etc.

4 – Amigo-secreto ao contrário

Nesta versão, a revelação de quem será presenteado muda. A pessoa precisa adivinhar quem o sorteou. Para isso, ela fecha os olhos enquanto seu amigo-secreto levanta a mão para todos o identificarem. Em seguida, a pessoa faz perguntas (“É mulher? É alta?” etc) até acertar quem o tirou.

5 – Versão jogo de azar

Continua após a publicidade

Para esse amigo-secreto, é preciso usar dois dados. Os presentes devem ser unissex e não há sorteio. Para começar, todos jogam os dados e quem tirar o número mais alto começa a brincadeira. Os participantes devem ser organizados em roda e os dados devem ser passados sempre no mesmo sentido. Um número duplo vale um presente qualquer do monte. O número seis em ambos os dados dão ao sortudo o direito de roubar um presente de outro jogador. A farra acaba quando o último embrulho for aberto. Não há limite para o número de presentes que cada um pode ganhar.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Para curtir o melhor de São Paulo!
Receba VEJA e VEJA SP impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.