Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Chico Lang lamenta morte do filho de 23 anos após cair de prédio

"Um pai enterrar um filho é antinatural e dói demais no corpo e na alma", desabafou o comentarista esportivo na madrugada desta segunda (10)

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 10 dez 2018, 10h37 - Publicado em 10 dez 2018, 10h35

O jornalista Chico Lang usou seu perfil no Instagram na madrugada desta segunda (10) para revelar que o filho, Paulo Lang, morreu na noite de domingo (9) após cair do sexto andar de um apartamento localizado no bairro de Vila Pompeia, na Zona Oeste de São Paulo, próximo ao estádio Allianz Parque.

“Meus amigos. Paulinho morreu. A ordem natural das coisas se inverteram. Um pai enterrar um filho é antinatural e dói demais no corpo e na alma. Gostaria sinceramente que fosse ao contrário. Deu fim à própria vida com 23 anos. Dia 16 próximo faria 24. O dia mais feliz da minha existência foi quando ele nasceu, 16 de dezembro de 1994. O mais triste, quando faleceu, 9 de dezembro de 2018”, escreveu Chico na rede social.

“Ficam os bons momentos, os beijos carinhosos, o sorriso alegre e espontâneo, o abraço amigo, os cigarros cubanos, os bons vinhos, os debate políticos, filosóficos e psicológicos. E uma saudade imensa. Todo o resto é bobagem. Poder, dinheiro, inveja, ciúme, vaidade e cobiça. Que Deus o tenha. Amém”, finalizou o comentarista esportivo. Confira: 

https://www.instagram.com/p/BrMmM_ohTSq/

No Twitter, o Corpo de Bombeiros da Polícia Militar do Estado de São Paulo, a entidade recebeu uma chamada às 18h23 do domingo, 9 de dezembro, para uma “tentativa de suicídio”. “(…) na rua Ministro Ferreira Alves, 33, (próximo ao Allianz Parque), vítima em óbito aferido por médico morador do prédio (queda do 6º andar) o CB disponibilizou 3 viaturas”, diz o comunicado on-line.

Continua após a publicidade
Publicidade