Continua após publicidade

CEO da Time For Fun se pronuncia sobre morte em show de Taylor Swift

"Reconhecemos que poderíamos ter tomado algumas ações alternativas", disse Serafim Abreu, executivo da produtora de eventos

Por Redação VEJA São Paulo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 23 nov 2023, 11h36 - Publicado em 23 nov 2023, 11h28

Serafim Abreu, CEO da Time For Fun (T4F), empresa responsável pelos shows da cantora Taylor Swift no Brasil, publicou um vídeo de pronunciamento nas redes sociais da produtora nesta quinta-feira (23).

No vídeo, ele pediu desculpas pela demora da T4F em se pronunciar e falou sobre novas medidas adotadas após a morte de Ana Clara Benevides, de 23 anos, ainda no primeiro dia de show da cantora no Rio de Janeiro, quando a cidade enfrentava um calor extremo. “Reconhecemos que poderíamos ter tomado algumas ações alternativas, adicionais a todas as outras que fizemos, como por exemplo, criar locais de sombra nas áreas externas, alterar o horário dos shows inicialmente programados, enfatizar mais a permissão de ingressar com copos de água descartáveis. Esse aprendizado nos fez incorporar novas práticas para eventos em dias de calor extremo, como fizemos imediatamente nos shows seguintes”, pontuou Serafim.

Nas redes sociais, a empresa foi criticada por não liberar a entrada de garrafas de água e pelos preços abusivos praticados dentro do Estádio Nilton Santos, o Engenhão.

Continua após a publicidade

Ele também citou a morte da fã. “Estamos absolutamente desolados, muito tristes com a perda da jovem Ana Clara, apesar do pronto atendimento e de todos os esforços realizados pelas equipes médicas no evento e no hospital. À família de Ana Clara, quero expressar os nossos mais sinceros sentimentos. Coloco aqui, agora publicamente, a nossa disposição em prestar assistência no que for necessário, como já dissemos diretamente para os membros da família e para o advogado que os representa, por telefone, por escrito, desde o ocorrido. Entendemos a profunda dor dessa perda irreparável.”

Compartilhe essa matéria via:

 

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Para curtir o melhor de São Paulo!
Receba VEJA e VEJA SP impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.