Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Tradicional casa no Tatuapé vende churros em roda de até 3 metros

Endereço oferece centenas de combinações da receita e também se diz inventor da maçã do amor

Por Guilherme Queiroz Atualizado em 29 out 2018, 20h01 - Publicado em 29 out 2018, 19h54

Já pensou em encomendar uma versão de churros em roda, com até 3 metros de comprimento? E incrementar a guloseima com sorvete ou mesmo provar uma alternativa salgada da receita?

Essa é a proposta da Casa do Churro, que oferece a versão tradicional espanhola da receita, em roda. Mais do que vender o produto em mais de 570 combinações, o espaço também se proclama criador de um famoso doce brasileiro.

A história do local que fica no Tatuapé, na Zona Leste, começou há mais de meio século. Os Farré, família de origem espanhola proprietária do estabelecimento, vieram para o Brasil em 1954. Ramón Farré era mestre doceiro no país natal e, junto com seu irmão, Antônio, tentou a sorte vendendo guloseimas em São Paulo.

Acabou por criar uma nova receita: “Meu tio decidiu colocar uma cobertura de caramelo em uma fruta e inventou a maçã do amor”, conta Leandro Farré, filho de Antônio. Para os que desacreditam, o certificado da patente da receita está em um quadro na loja do Tatuapé, datado de 1959. 

A patente da maçã do amor: a família deixou de vender o produto em 2014, mas não abre mão do título de inventora do doce A Casa do Churro/Divulgação

A dupla começou a levar seus produtos para eventos de grande porte, até que decidiu fixar um ponto na Rua Direita, em 1973. No centro, comercializaram também outra sobremesa popular: o churro recheado com doce de leite.

Continua após a publicidade

A abertura da atual loja só ocorreu em 2001. Hoje, quem toca o negócio é Leandro. A casa vende até 7 000 churros por mês.

A opção que mais chama atenção é o tradicional espanhol, em formato de roda, que custa de 70 a 130 reais, com sabores doces e salgados, como creme de avelã, doce de leite, bacalhau e frango. É possível pedir o produto da mesma maneira que uma pizza, escolhendo coberturas diferentes para cada metade. 

O mais popular, o churro de 18 centímetros, com diversos recheios, fica na faixa dos 8 aos 12 reais. O endereço oferece ainda diversas outras opções, a exemplo do recheado com sorvete, granulado, beijinho, e por aí vai.

Apesar da patente pela invenção da maçã do amor, a sobremesa deixou de ser vendida no espaço há quatro anos, restando somente o quadro com o documento na parede do estabelecimento.

Para o futuro, os planos são de expansão e abertura de franquias. Há previsão de uma nova loja na Chácara Santo Antônio, na Zona Sul.

Casa do Churro. Rua Rodrigues Barbosa, 232, Tatuapé. 10h às 22h (seg. a qui.); 10 às 23h (sex. a dom.).

O estabelecimento na Zola Leste da capital A Casa do Churro/Divulgação
Continua após a publicidade

Publicidade