Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Carlos Neder, médico e um dos fundadores do PT, morre em São Paulo

Neder estava internado no Hospital São Camilo desde o dia 8 de agosto devido a complicações da covid-19

Por Redação VEJA São Paulo 25 set 2021, 16h04

O médico Carlos Neder, que atuou como deputado estadual e vereador, morreu neste sábado (25) por complicações da covid-19. Neder também foi um dos fundadores do PT (Partido dos Trabalhadores). Ele tinha 67 anos e estava internado no Hospital São Camilo desde o dia 8 de agosto.

Neder, mestre em Saúde Pública pela Unicamp, se mudou para São Paulo na década de 70 e atuou por quatro mandatos como vereador na capital paulista.

O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, lamentou a morte de Neder.

O PT também divulgou uma nota de pesar pelo falecimento de um dos fundadores do partido. Leia abaixo:

O Partido dos Trabalhadores lamenta a morte do companheiro Carlos Neder, vítima da Covid-19. Um dos fundadores do PT, se dedicou a lutar pelas bandeiras históricas do partido. Nossa solidariedade à sua família e ao Coletivo Cidadania Ativa.

Neder deixa um legado na vida do Estado de São Paulo, defendendo a educação, a ciência e a reforma agrária popular. Ele revolucionou a capital como Secretário de Saúde no governo da prefeita Luiza Erundina. Ampliou acesso e serviços, enquanto fortaleceu a democracia e participação popular na política.

Internado desde o dia 8 de agosto, Neder lutou bravamente contra a doença. Sua morte é mais uma consequência da política genocida que levou mais de 590 mil brasileiros à morte. Sua história viverá como exemplo de generosidade, lealdade e compromisso com a classe trabalhadora.

Partido dos Trabalhadores

Continua após a publicidade
Publicidade