Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Arquiteto que estava desaparecido morre em acidente no interior

A família de Raífe Ferreira da Silva, de 26 anos, procurava o rapaz desde a última terça-feira (12)

Por Redação VEJA São Paulo 16 jan 2021, 17h09

Raífe Ferreira da Silva, arquiteto de 26 anos, foi encontrado morto após um acidente na rodovia Régis Bittencourt, no interior de São Paulo. O rapaz, morador de Mongaguá, estava desaparecido e era procurado pela família desde terça-feira (12). 

O jovem havia dito ao pai que iria até a cidade de Santos, onde costumava trabalhar. Após o desaparecimento, um radar registrou a placa do carro dele na cidade de Pedro de Toledo. De acordo com a família, ele nunca havia sumido dessa forma.

Ainda de acordo com os parentes, a última vez que Raífe visualizou o WhatsApp foi às 22h40 de terça-feira. A família recebeu a notícia da morte após a Polícia Militar Rodoviária ter sido acionada sobre um acidente na altura do quilômetro 378 da rodovia.

Os policiais encontraram o carro tombado no meio de uma das pistas. Raífe foi arremessado pelo pára-brisa dianteiro a cerca de dois metros e morreu no local. A Policia Civil diz que, aparentemente, o rapaz estava sozinho, mas as investigações vão analisar as circunstâncias do acidente para entender como tudo aconteceu.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade