Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Tudo Sobre Cinema

Sophia Loren: documentário no Oscar 2021 e clássicos da diva italiana

O Signo de Vênus, de 1955, é umas das atrações e, aos 86 anos, a estrela é tema de um documentário também na Netflix

Por Miguel Barbieri 25 fev 2021, 14h57

Grande diva, a italiana Sophia Loren tem 86 anos e uma belíssima carreira. Recentemente, a estrela voltou a trabalhar no cinema e protagonizou Rosa & Momo, da Netflix. A mesma Netflix também lançou um novo documentário em curta-metragem com ela e disponibilizou dois clássicos da atriz. Mas há outros filmes antigos em outras plataformas digitais. Olha só o garimpo que eu fiz.

O que Sophia Loren Faria? > São só 32 minutos. E você vai desejar que tivessem passado mais devagar. Pré-finalista do Oscar 2021, o documentário ainda que dê conta da trajetória da estrela, ganha graça justamente por dar igual importância a outra senhora, até então anônima. Ela é Nancy Kulik, que compartilha sensações similares às vividas pela sua ídola Sophia Loren, tanto na vida real quanto por suas personagens — o paralelo com Duas Mulheres (1960) é de partir o coração. Mas a inspiração para fazer valer a vontade própria, nas grandes e pequenas decisões, como a de jamais comer massa sem glúten, é o que prevalece. (Texto de Helena Galante). Netflix. 

Começou em Nápoles > O astro Clark Gable, em seu penúltimo papel no cinema, foi à Itália, em 1960, filmar essa comédia romântica. Ele interpreta um advogado da Filadélfia que, dias antes de seu casamento, desembarca em Nápoles para resolver um problema da herança de seu irmão. Lá, descobre que tem um sobrinho e que ele é educado por uma cantora, interpretada por Sophia. O grande diretor Vittorio De Sica (Ladrões de Bicicleta) interpreta o personagem Mario Vitale. Disponível apenas na versão dublada no Amazon Prime Video.

Ontem, Hoje e Amanhã > É um dos grandes momentos no cinema de Sophia, dirigida aqui por Vittorio De Sica e fazendo mais uma parceria com Marcello Mastroianni. São três histórias com personagens distintos em que a atriz interpreta uma vendedora de cigarros, uma socialite e uma prostituta, sempre envolvida em situações amorosas. Looke.

Matrimônio à Italiana > Grande sucesso na década de 60, a comédia dramática romântica traz mais uma parceria entre La Loren e Marcello Mastroianni, logo após o sucesso de Ontem, Hoje e Amanhã, também dirigido por Vittorio De Sica. Mastroianni atua como Domenico Soriano, um homem de negócios que não resiste à sedução das mulheres. Após a II Guerra, ele decide alugar um apartamento para a prostituta Filumena (Sophia), sua amante. O relacionamento, entre tapas e beijos, vai durar mais de duas décadas. Foi indicado ao Oscar de melhor filme estrangeiro em 1966. Looke.

+Assine a Vejinha a partir de 6,90.

Duas Mulheres > Sophia Loren ganhou o Oscar de melhor atriz em 1962 pelo papel de Cesira, uma viúva que, na Itália de 1943, tenta fugir dos horrores da II Guerra em companhia de sua filha. Seu objetivo é chegar até a região de Ciociaria, onde vivem seus parentes. Looke.

Pão, Amor e … > Aposentado e mulherengo, o marechal Antonio Carotenuto (interpretado pelo também cineasta Vittorio De Sica) volta à sua cidade natal e, para sua surpresa, seu apartamento está ocupado por uma feirante sem papas na língua, papel de Sophia. Ele vai morar de favor na casa de outra mulher enquanto resolve o impasse. Só que, para fazer ciúme para um policial de trânsito, por quem está apaixonada, a protagonista aceita casar com o militar. É mais um trabalho cheio de humor do grande diretor Dino Risi, filmado em Sorrento, em 1955. Netflix.

O Signo de Vênus > Especialista em comédias, Dino Risi (1916-2008) comandou, em 1955, Sophia Loren numa deliciosa trama de humor. Ela atua como Agnese Tirabassi, uma bela jovem que atrai a atenção dos homens. Quem sai perdendo é sua prima Cesira. Mas, com os astros a seu favor, ela planeja conquistar, definitivamente, sua alma gêmea. Netflix.

Nine > Rob Marshall, de Chicago, dirigiu mais um musical repleto de estrelas, como Nicole Kidman e Marion Cotillard, em uma trama inspirada livremente no emblemático Oito e Meio, de Fellini. Daniel Day-Lewis é Guido Contini, o cineasta que relembra as mulheres que marcaram sua vida, incluindo, é claro, sua mãe, interpretada por Sophia Loren. NOW e Looke.

Rosa e Momo > Sophia interpreta Rosa, que mora em Bari, no sul da itália, e ganha uns trocados como babá do filho de uma vizinha e também de um garoto que foi abandonado pela mãe. A “família” vai crescer com a chegada de Momo (Ibrahima Gueye), um senegalês muçulmano de 12 anos que mora nas ruas e está inclinado a ganhar dinheiro no tráfico de drogas. Netflix. 

  • Quer me seguir nas redes sociais? Anote: 

    Facebook: facebook.com/paginadoblogdomiguel
    Twitter: @miguelbarbieri
    Instagram: miguelbarbieri
    YouTube: Miguel Barbieri Jr. 

     

    Continua após a publicidade

     

    Continua após a publicidade
    Continua após a publicidade
    Publicidade