Clique e assine por apenas 6,90/mês
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

Rosangela Lyra quer entrevistar Bolsonaro em seu canal

Com o canal de YouTube, intitulado Política Viva, ela tenta conversar com grandes nomes da política

Por Ana Carolina Soares - 11 jan 2019, 06h00

Rosangela Lyra, 53, retornou na segunda (7) de sua viagem de doze dias ao “fim do mundo”: o chileno Cabo Horn, no extremo sul do planeta. Agora, dedica-se à missão de “levar ao topo” seu canal no YouTube, o Política Viva, lançado em dezembro. Na internet, ela quer divulgar o movimento criado há cinco anos “por um país com menos impunidade” e até então restrito a membros das altas rodas paulistanas. Negocia entrevistas com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e com Paulo Hartung (MDB), ex-governador do Espírito Santo. Também almeja gravar com o presidente Jair Bolsonaro, atacado por ela durante a campanha. “Fiz oposição, sim, mas, como agora estamos todos no mesmo avião, faço de tudo para que não caia”, suspira.

Publicidade