Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

Podcast registra memórias de LGBTs que migraram para São Paulo

O programa Passagem Só de Ida traz relatos de brasileiros e estrangeiros relembrando suas origens, ciclos de amizade e de como chegaram à capital

Por Humberto Abdo Atualizado em 19 jul 2021, 14h49 - Publicado em 30 abr 2021, 06h00

Com a ideia de registrar memórias LGBT da capital, o podcast Passagem Só de Ida reúne em dez episódios as histórias de brasileiros e estrangeiros que migraram para São Paulo. “Por ser reconhecido como um lugar de liberdade, queríamos ver como isso se dava na prática”, resume Yuri Fraccaroli, 28, um dos criadores. “Em relatos cotidianos, cada um relembra as origens, como chegou à cidade e quais foram seus ciclos de amizade.”

A seleção de entrevistados envolveu, segundo Yuri, uma profunda pesquisa no Acervo Bajubá, instalado na Casa 1, da Bela Vista, e rendeu personagens como a drag queen Alma Negrot (foto) e Jurandy Valença, que se mudou de Maceió aos 21 anos com o objetivo específico de conhecer a poeta Hilda Hilst e morar com ela — desejo que conseguiu realizar. “Nesse balaio ouvimos até Ericah Azeviche, que faz parte do gabinete da deputada estadual Erica Malunguinho, e já temos mais doze episódios gravados para uma nova temporada”, antecipa.

+Assine a Vejinha a partir de 8,90.

Publicado em VEJA São Paulo de 05 de maio de 2021, edição nº 2736

Continua após a publicidade
Publicidade