O “rei das coxinhas” vendeu 22 500 salgados na Paulista

Por Sérgio Ruiz Luz Alberto Saraiva, criador das redes Habib’s e Ragazzo, apoiou o movimento com a campanha “Fome de mudança”, esteve na manifestação e comemorou o consumo recorde de salgados neste domingo em sua loja na avenida. Com uma camisa amarela estampada com o logo “Fome de Mudança”, criado pelo Habib’s em apoio aos […]

Por Sérgio Ruiz Luz

Alberto Saraiva, criador das redes Habib’s e Ragazzo, apoiou o movimento com a campanha “Fome de mudança”, esteve na manifestação e comemorou o consumo recorde de salgados neste domingo em sua loja na avenida.

Alberto Saraiva: criador das redes Habib’s e Ragazzo

Alberto Saraiva: criador das redes Habib’s e Ragazzo

Com uma camisa amarela estampada com o logo “Fome de Mudança”, criado pelo Habib’s em apoio aos protestos deste domingo, o empresário Alberto Saraiva, de 62 anos, esteve entre as milhares de pessoas que compareceram hoje ao evento na Avenida Paulista. Na saída do local, ele falou a VEJA SÃO PAULO sobre seu apoio ao movimento e comemorou as vendas de coxinhas na unidade da Paulista de outra de suas redes, a Ragazzo Express.

+ Habib’s faz campanha para apoiar manifestação anti-governo

De onde surgiu a ideia da campanha “Fome de Mudança”?
As coisas estão descambando no Brasil e queríamos fazer parte, de alguma forma, dessa campanha por mudanças. Apoiamos, de forma apartidária, essa ideia.

habibs

Cartazes: pendurados nas janelas de uma unidade em Pinheiros (Foto: Redação Veja São Paulo)

O que achou do protesto de hoje? Sua presença na passeata indica apoio ao impeachment?
Achei o saldo do dia bem positivo. As pessoas se manifestaram de forma pacífica. Eu apoio a campanha pelo fim da corrupção, a população não merece ver tantos desvios de dinheiro, algo que vêm ocorrendo de forma generalizada. O país não pode prosseguir dessa forma. A crise afeta desde as pessoas mais simples até o empresários mais poderosos. Ninguém aguenta mais. Precisamos de alguma mudança, mas não cabe a mim dizer se o melhor caminho para isso é impeachment. Prefiro ficar apartidário nessa questão.

+ Quinze imagens marcantes da manifestação de 13 de março

No ano passado, ficou famoso na internet um texto atribuído ao senhor dizendo, que se alguém quisesse chamá-lo de “coxinha”, deveria antes empregar muitas pessoas e arriscar o dinheiro criando uma empresa e enfrentando os desafios de trabalhar no Brasil. A autoria foi negada por meio de uma nota oficial. O que achou do episódio? Independente da questão da autoria, concorda com a premissa do texto apócrifo? Em outras palavras, sente orgulho de ser “coxinha”?
Na época em que esse texto circulou, muita gente me procurou elogiando o desabafo, sem saber que eu não tinha nada a ver com aquilo. Não gosto de nenhum tipo de radicalismo, seja de esquerda ou de direita. Esse negócio de querer taxar as pessoas de “coxinha” me soa como um radicalismo, algo que empobrece qualquer discussão. Vim de família pobre e criei do nada uma empresa que faz sucesso vendendo alimentos bons e baratos. Tenho mais de 400 lojas e emprego hoje cerca de 20 000 pessoas. Tenho orgulho de seguir a mesma filosofia de negócios até hoje.

+ José de Abreu critica manifestantes deste domingo

Bicicleta do Ragazzo: equipada com estufa, para manter os salgados quentinhos

Bicicleta do Ragazzo: equipada com estufa, para manter os salgados quentinhos

Como foi o desempenho neste domingo de sua loja de coxinhas na passeata dos “coxinhas”?
O movimento foi incrível na Ragazzo Express da Paulista. Testamos até um modelo novo de venda. Instalamos ali perto uma bicicleta com uma estufa com capacidade para 400 coxinhas. Tínhamos cinco sabores e cada uma custava 1,98 reais. Vendemos tudo. Entre a loja e a bike, vendemos 22 500 coxinhas. Coxinha é comigo mesmo! Rs…

+ Melhor de três: o teste da coxinha

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s