Clique e assine por apenas 5,90/mês
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

Líderes da Igreja Mundial têm dívida de aluguel de templo paulistano

Não se trata da primeira vez que o proprietário do imóvel tem aborrecimentos com a organização religiosa

Por Guilherme Queiroz - Atualizado em 24 jan 2020, 15h08 - Publicado em 24 jan 2020, 06h00

O apóstolo Valdemiro Santiago e o ex-deputado federal José Olimpio (DEM) devem receber nos próximos dias uma intimação para quitar uma dívida de 160 000 reais. Os líderes da Igreja Mundial do Poder de Deus, uma das maiores congregações evangélicas do país, são citados em um processo de débito movido pelo empresário Luiz Carlos Baltazar.

Desde março de 2018 eles não pagam o aluguel de um imóvel na Avenida do Cursino, na Zona Sul, onde funciona um templo. Pior: não se trata da primeira vez que o proprietário tem aborrecimentos com a organização. Entre fevereiro de 2017 e 2018, os pastores também não quitaram as mensalidades. Baltazar, então, precisou entrar com um processo para receber os 87 000 reais devidos. Após acordo na Justiça, os pastores resolveram os débitos, mas no mês seguinte deixaram de pagar o aluguel novamente.

Segundo o advogado Rafael Buriham, que representa o dono do imóvel, um membro da igreja chegou a fazer contato no ano passado, afirmando que iria pôr as contas em dia, mas depois desapareceu. “Cogitamos entrar com uma ação de despejo. É muito problemático precisar ficar acionando a Justiça para receber”, afirma. A coluna procurou o ex-parlamentar e a Mundial, porém não obteve resposta.

Publicado em VEJA SÃO PAULO de 29 de janeiro de 2020, edição nº 2671.

Continua após a publicidade
Publicidade