Por causa de ex-genro, Galvão é processado por não pagar IPTU

O empresário Graminho Ohnimarg deve 8 186 reais aos cofres públicos por imóvel que está no nome do narrador

A prefeitura entrou com um processo contra Galvão Bueno por falta de pagamento de 8 186 reais do IPTU de 2016 de um apartamento de 295 metros quadrados na Vila Andrade. O imóvel está no nome do narrador, mas ali mora desde 2011 seu ex-genro, o empresário Graminho Ohnimarg.

Fachado do Edifico Le Paysage: apartamento de 295 metros quadrados na Vila Andrade está no nome de Galvão Bueno

Fachado do Edifico Le Paysage: apartamento de 295 metros quadrados na Vila Andrade está no nome de Galvão Bueno (Alexandre Battibugli/Veja SP)

“Passo por dificuldades financeiras e sinto colocar o Galvão em uma situação difícil”, diz Ohnimarg. Antes disso, o rapaz já havia acumulado dívidas de 18 500 reais de condomínio e 7 000 reais de IPTU de 2014. O ex-sogro zerou tudo nas duas ocasiões. Segundo amigos, ele deve socorrer novamente Ohnimarg.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Geraldo Garcia de Meireles

    Ele não vai salvar o genro coisa nenhuma, é obrigação dele quitar o IPTU, o imóvel está no nome dele.Ou será que tudo agora é a moda Lula ? Ninguém sabe quem é o dono ?