Ex-preso se torna músico e palestrante

Conheça a história do rapper Nego Bala, de 21 anos, que inspirou um documentário

Criado na Cracolândia, Marcelo Abdinego Justino Generoso vendeu balas nos faróis, dormiu nas ruas e foi parar
no crime. Em aulas de percussão na Fundação Casa, descobriu a música como ferramenta para mudar de vida. “Eu me olhei no espelho e percebi que poderia ser artista, empresário, um cara bem-sucedido, não um condenado pelo sistema.” Nasceu então o rapper Nego Bala, hoje com 22 anos. Sua trajetória rendeu o documentário Da Boca do Lixo, que será exibido na quarta (19) em um evento gratuito na Casa Natura Musical, em Pinheiros.

Apesar da guinada, Nego segue morando na Cracolândia. “Só saio depois de realizar meu sonho, fundar aqui um instituto cultural, com aulas de natação e de violino. Só a educação pode acabar com os problemas sociais”, diz Nego, que tem Pedagogia do Oprimido, de Paulo Freire, como livro de cabeceira.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s