Clique e assine por apenas 5,90/mês
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

Novo bloco de Carnaval mistura funk e música clássica

O Bloco Sinfônico circulará em 25 de fevereiro no centro

Por Ana Carolina Soares - Atualizado em 24 jan 2020, 14h43 - Publicado em 24 jan 2020, 06h00

Imagine a mistura da Quinta Sinfonia de Beethoven com Vai Malandra, de Anitta. Haja imaginação, né? Pois será possível conferir esse “funk erudito”, entre outras combinações inusitadas, no Bloco Sinfônico, que estreia no Carnaval de rua paulistano em 25 de fevereiro, a partir das 14 horas, em frente ao Colégio de São Bento, no centro. O maestro que regerá o mix da orquestra de câmara, chorinho e bateria de escola de samba é o músico Zé Garcez, 46. Aliás, trata-se do bisneto do ex-governador Lucas Nogueira Garcez, que instituiu a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp), em 1954. “Até me formei em direito, mas não teve como escapar da música”, conta ele.

Publicado em VEJA SÃO PAULO de 29 de janeiro de 2020, edição nº 2671.

Publicidade