Clique e assine por apenas 5,90/mês
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

Executivos de grandes empresas formam banda de rock

Os engravatados fecharam uma turnê de cinco shows e brincam que vão ensaiar via 'conference call'

Por Ana Carolina Soares - Atualizado em 1 nov 2019, 19h33 - Publicado em 1 nov 2019, 06h00

Em coquetéis de networking em 2018 no Experience Club, empresa que promove eventos entre gestores, um grupo de altos executivos descobriu uma paixão em comum: o rock. Formaram, então, a banda The Corporates. A meta é tocar hits para levantar a plateia, de Sweet Child O’Mine, do Guns N’Roses, a Evidências, de Chitãozinho & Xororó. “Aplicamos conceitos de gestão, e nossa agenda deslanchou”, brinca Julio Piña, sócio da Gulf Capital Partners e tecladista. Os engravatados fecharam uma turnê de cinco shows, o primeiro no dia 18, no Blue Note. Se querem incrementar os bônus? “Toda empresa possui um propósito, e o nosso é doar todos os cachês a instituições”, garante Paulo Pontin, managing partner da Verizon e baixista.

Além de Pontin e Piña, participam da banda Maurício Cataneo, VP e CFO da Unisys na América Latina e vocalista; Marcelo Munerato, CCO da AON na América Latina e violonista; Gabriel Silva, CFO da Nubank e guitarrista; Amilcare Dallevo Neto, diretor da RedeTV!; e Gabriel Rozin, guitarrista e médico do Albert Einstein, que faz os check-ups de Pontin. Devido às agendas, eles brincam que cogitam ensaiar em conference call. “A banda pode variar o elenco por causa dos compromissos de emergência. Mas é tão legal que temos vários executivos de reserva”, diz Piña.

Publicado em VEJA SÃO PAULO de 06 de novembro de 2019, edição nº 2659.

Publicidade