Clique e assine por apenas 6,90/mês
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

A dança das cadeiras no grupo Ânima Educação

Daniel Castanho passa a ser presidente do conselho e analisará novas tendências na área

Por Ana Carolina Soares - 14 Dec 2018, 06h00

A Ânima Educação iniciou recentemente um processo de dança das cadeiras em seu comando. Trata-se de um dos principais grupos privados do ramo no país, com ativos acima de 1 bilhão de reais e quase 100 000 alunos matriculados em oito instituições, como a faculdade São Judas e a Le Cordon Bleu São Paulo. Nessa reformulação, o antes vice-presidente Marcelo Battistella Bueno assumiu como CEO. O empresário Daniel Castanho, que comandou o grupo do qual também é dono desde a fundação, em 2003, virou presidente do conselho. Ele agora analisa as novas tendências na área. “Os profissionais do setor devem trabalhar como mentores ou uma espécie de coach dos alunos”, acredita. Ele também aponta as possíveis profissões do futuro e planeja cursos para elas, como defensor de ética tecnológica, cientista de dados e curador de memória pessoal. “Atividades como a de advogado se tornarão obsoletas”, prevê.

Publicidade