Clique e assine por apenas 6,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Novidades da cultura pop e da internet

Menina chama atenção após reação à morte de Mufasa em O Rei Leão

Tudo começou quando o paizão Ray filmou a sua filha assistindo a fatídica cena pela primeira vez

Por Redação VEJA São Paulo - 18 Apr 2019, 16h05

Se você é um adulto que cresceu nos anos 90, é fácil dizer que você provavelmente foi traumatizado pela morte do Mufasa em O Rei Leão, animação lançada em 1994 e que ganhará uma versão live-action em julho de 2019. Agora, passados 25 anos da estreia da produção, uma nova geração está ficando em choque ao ver a cena do assassinato do pai de Simba.

A reação de uma menina ao ver a morte de Mufasa está chamando muita atenção na internet, por exemplo. Tudo começou quando o paizão Ray filmou a sua filha assistindo a fatídica cena pela primeira vez. Bella, de apenas 2 anos de idade, começa a gritar “não” repetidas vezes e termina o clipe soltando um grito ensurdecedor. Ela balança os braços e até perder o ursinho de pelúcia no processo! O homem não aguenta presenciar a cena e acaba caindo na gargalhada ao ver o desespero da criança.

O clipe caseiro feito por Ray acabou sendo compartilhado no Twitter na segunda-feira (15), onde mais de 5,3 milhões de pessoas já assistiram a reação de Bella a morte de Mufasa. O tuíte feito por @AsvpYammison acumula mais de 460 000 curtidas, com muitas pessoas se identificando com a criança. “Todos nós já passamos por isso, querida”, diz a legenda da mensagem viral. Confira: 

“Eu estava tentando não gargalhadas”, contou Ray ao BuzzFeed após o sucesso do registro. “Mas eu definitivamente me senti como uma criança, assistindo a mesma cena pela primeira vez”. O sucesso do clipe, no entanto, não incomoda o paizão: “Eu não tenho Twitter, mas muitos dos meus amigos me mostraram o tuíte. A minha primeira reação foi choque. Mas a minha filha é tão cheia de vida, então estou feliz que outras pessoas possam ver como eu sou abençoado!”, explicou.

Dê sua opinião: E você, o que achou da repercussão do tuíte? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook!

Publicidade