Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Polêmica do dia: Silas Malafaia pede para fiéis não denunciarem pastores corruptos

Um vídeo publicado na segunda (29) na web anda fazendo barulho nas redes sociais. No trecho gravado, o pastor Silas Malafaia pede aos fiéis que não entreguem os pastores corruptos e ladrões. De acordo com ele, “se o seu pastor é ladrão, saia de lá e vá para outra igreja”. O discurso, editado, levanta polêmica devido […]

Por Tatiane Rosset Atualizado em 27 fev 2017, 00h44 - Publicado em 30 jul 2013, 16h55

Um vídeo publicado na segunda (29) na web anda fazendo barulho nas redes sociais. No trecho gravado, o pastor Silas Malafaia pede aos fiéis que não entreguem os pastores corruptos e ladrões. De acordo com ele, “se o seu pastor é ladrão, saia de lá e vá para outra igreja”.

O discurso, editado, levanta polêmica devido aos trechos mais enfáticos ditos por Malafaia – não se sabe se fora de contexto. Em certo momento, ele diz: “Já vi gente morrer por causa disso” e “Não tome atitude contra pastor, não entre nessa furada”. Não há informações no vídeo sobre quando as imagens foram gravadas.

Assista ao depoimento completo abaixo:

O pastor anda provocando controvérsia na web também por um artigo que escreveu sobre o papa Francisco. Em texto no site Verdade Gospel, Silas afirma que o pontífice teria cedido ao “lobby gay” do Vaticano ao afirmar que os homossexuais não devem ser julgados ou marginalizados.

“Depois a Igreja Católica reclama que está perdendo gente para a igreja evangélica. Lhe falta condenar o pecado, segundo o que a Bíblia diz e como todos sabem, a Bíblia é o manual de fé e regra dos cristãos”, escreveu. “Por que o Papa não diz que a prática homossexual é pecado e Deus condena na sua palavra?”

E vocês, o que acham? Os fiéis devem mesmo ficar de fora em caso de corrupção? O papa cedeu ao “lobby gay”? Deixe seu comentário e aproveite para curtir a nossa fanpage no Facebook!

Continua após a publicidade

Publicidade