Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Petrix depõe em delegacia após polêmicas no BBB

Ginasta foi intimado depois de eliminação do reality show

Por Redação VEJA São Paulo 7 fev 2020, 17h02

Petrix Barbosa depôs nesta sexta-feira (7) na Delegacia de Amparo à Mulher de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro. Participante do BBB 20, ele foi eliminado na terça (4) com mais de 80% dos votos em um paredão quádruplo.

O ginasta protagonizou momentos polêmicos dentro do reality show da Globo. Ele é investigado após acusações de assédio sexual contra Bianca Andrade, conhecida como Boca Rosa, e Flayslane, outras participantes do BBB. O primeiro caso ocorreu durante uma festa do programa, em que ele encosta nos seios de Boca Rosa.

No outro caso, de Flayslane, ele roça a genitália na cabeça da moça. Em conversa com o UOL, a responsável pelo caso, a delegada Gisele do Espírito Santo, afirmou que mesmo que elas não tenham o denunciado formalmente, o estado deve investigar. “Pelas imagens, é importunação sexual, que significa apalpar o corpo, esfregar as partes íntimas, sem violência. Tem pena de um a cinco anos de reclusão”, disse Gisele.

“Temos que colher os depoimentos das meninas ainda. Elas terão que sair da casa. Ainda vai ser decidido se esperaremos que elas saiam do BBB”, afirmou a delegada. A defesa do ginasta afirmou para a Globo que ele “nunca teve intenção de importunar, constranger e, tampouco, magoar ninguém”.

Continua após a publicidade

Publicidade