Clique e assine com até 89% de desconto
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Mamãe é surpreendida por refeições de hospital após dar à luz no Japão

Não à toa, mais de 135 000 pessoas já acompanharam a história na rede social

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 5 fev 2020, 14h09 - Publicado em 9 Maio 2018, 18h49

Você acha comida de hospital sem graça? A usuária @jenkinsinjapan do imgur possivelmente irá discordar: recentemente, a mulher deu à luz na cidade de Mito, no Japão, e foi surpreendida pela diversidade culinária apresentada pelo centro médico. O choque foi tamanho que ela resolveu compartilhar as fotos das refeições extravagantes (e dignas de cliques no Instagram). Mais de 135 000 pessoas já acompanharam a história na rede social.

A minha cesária não foi planejada, então a comida que eu recebi no hospital não era nada como as refeições que você recebe antes de uma cirurgia. Eu não podia comer nada do que me foi servido“, disse a jovem ao revelar que recebeu as receitas que outros pacientes do hospital comem diariamente. “A comida não era específica para alguém que estava em trabalho de parto. Eu também não sei se restrições alimentícias para grávidas ainda se aplicam quando o bebê já está a caminho“, contou a jovem ao Bored Panda.

Após ser questionada, a jovem revelou que deu à luz numa “pequena clínica privada”, mas que os custos da cirurgia foram cobertos por um seguro saúde padrão. “Eu paguei alguns extras, mas o que eu paguei é bem comum para os hospitais da área“, revelou. Segundo a mamãe, as mulheres normalmente pagam 30% dos custos totais no Japão. Confira: 

Continua após a publicidade

Nos comentários do post, internautas elogiaram as pedidas elegantes: “Os japoneses sabem algumas coisinhas sobre apresentação de pratos. E sobre comidas deliciosas“, disse um rapaz. “Agora eu vou me planejar para ter o meu primeiro filho no Japão. Foi planejado? Você mora no país?“, questionou uma americana. “Eu moro aqui e o parto foi planejado. Você deveria saber que a maioria dos hospitais, incluindo o meu, não oferecem anestésicos para o nascimento“, alertou a mulher. “Tudo parece ter sido preparado com muito amor“. 

Dê sua opinião: E você, o que achou das comidinhas preparadas pelo hospital japonês? Deixe seu comentário e aproveite para curtir a nossa fanpage no Facebook!

Continua após a publicidade
Publicidade