Mãe com câncer publica foto e mostra realidade com a doença

Laura Corrigan, de 36 anos de idade, tem dois filhos pequenos e encontrou em redes como Instagram e Facebook ferramentas para lidar com a doença

Laura Corrigan, de 36 anos de idade, é mãe de duas crianças: um menino de 6 anos de idade, Max, e um bebê de 19 meses, Finn. Recentemente, uma foto da mulher chamou atenção na internet. O clique mostra a mamãe, exausta, dormindo no chão. Ela adormeceu enquanto brincava de LEGO com o filho mais velho. O registro, inclusive, foi feito pelo primogênito. A história por trás do momento, no entanto, pouco tem a ver com o dia a dia da maternidade ou a hiperatividade dos meninos. Confira: 

A exaustão de Laura é resultado de um tratamento contra o câncer: “Eu estava completamente exausta. Foi nesta época que eu estava fazendo tratamentos com radioterapia e quimioterapia“, relembrou a mulher ao The Daily Mail. A mãe foi diagnostica com câncer de intestino em março de 2017, apenas 9 meses depois de dar à luz o filho mais novo. Ela tinha sangue nas fezes, fortes dores para ir banheiro e precisava ir ao toilete com mais frequência que o normal.

Médicos disseram a Laura que a doença é “muito rara” na idade dela. Quase um ano após o diagnóstico, a mulher segue fazendo sessões de quimioterapia para tentar reduzir o tamanho do tumor, assim como o de outra massa em seus pulmões. Enquanto enfrenta a doença, Laura ainda precisa educar os dois filhos, ambos bastante enérgicos: “O meu filho mais novo acorda às 5h da manhã, é exaustivo. Às vezes eu caio no sono no sofá. Se eu paro, eu caio no sono“, desabafa.

Para enfrentar a doença, além do apoio familiar, Laura também está usando as redes sociais, que são importantes para ela entrar em contato com outras pessoas que estão lutando a mesma batalha que ela. Ela faz cliques no Instagram, compartilha seus pensamentos e divide suas aflições com os seguidores. Ela também mantém um blog motivacional chamado “Câncer, Leite e Arco-Íris”. “Eu tenho uma página no Instagram e escrevo quando posso. Criei uma conexão com outras pessoas“, conta. “Isso me ajudou“.

A presença on-line garantiu uma nova melhor amiga à mulher, uma mãe que recebeu o mesmo diagnóstico que ela e mora na mesma área. Além disso, desconhecidos do mundo inteiro enviam mensagens para Laura desejando melhoras. “Eu sempre sou surpreendida pelo poder das comunidades on-line. Demora apenas alguns segundos para escrever um comentário, mas o suporte que ele dá faz uma grande diferença no dia de alguém“.

Saber que existe informação e apoio no mundo é muito importante, porque ter câncer pode ser muito isolada. Você está cercado de pessoas constantemente, mas elas não entendem o que você está passando se não enfrentaram a doença“, conta Laura.

Dê sua opinião: E você, o que achou da história de Laura? Deixe seu comentário e aproveite para curtir a nossa fanpage no Facebook!

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s