Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Leo Dias explica ausência em programa de TV

Segundo o jornalista, ele teve que se ausentar para acompanhar o seu pai em um tratamento contra o câncer

Por Redação VEJA São Paulo 24 jan 2018, 12h39

O jornalista e um dos apresentadores do Fofocalizando, do SBT, Leo Dias não participou da transmissão do programa nesta terça-feira (23), levantando dúvidas sobre a sua situação na emissora.

Um dia antes, ele criticou a liberação de uma reportagem veiculada no canal sobre a música Surubinha de Leve, do MC Diguinho, acusado de fazer apologia a estupro em letra. “Acho um absurdo o SBT dar voz a este cantor que fez apologia ao estupro. Critiquei, sim, o programa ao vivo e não me arrependo. Sou radicalmente contra a censura, mas não podemos dar voz a essa gente, que defende o racismo, a homofobia e qualquer outro crime.“, escreveu Dias em seu Instagram.

  • Nesta quarta-feira (24), ele informou na mesma rede social que faltou para acompanhar a primeira sessão de radioterapia de seu pai, que está com câncer.

    “Vamos lá! A quem eu tive que explicar a minha ausência no programa de ontem chama-se Marcio Esquilo, diretor da atração. Ele estava ciente de tudo. Ontem eu decidi acompanhar a primeira sessão de radioterapia as quais meu pai terá que se submeter a partir de agora. Esquilo entendeu meu pedido. Ontem fiquei OFF! Desculpe não ter explicado nas minhas redes. Por isso eu digo e repito: rede social não é vida real! A minha ausência nada teve a ver com o meu “ataque” de segunda. Acima está o laudo comprovando o câncer do meu pai. É isso. Juro que não me considero uma figura pública. Sou um mero jornalista”, ele escreveu , ao lado de imagem do laudo médico de seu pai.

    Confira a publicação:

    https://www.instagram.com/p/BeVJkh5B3b9/

    Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa fanpage no Facebook.

    Continua após a publicidade
    Publicidade