Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Ela salvou a vida dele; dez anos depois, ele a pediu em casamento

Eles se conheceram quando tinham apenas treze anos, mas perderam contato até que a mulher sentiu a necessidade de ligar para o antigo melhor amigo

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 29 ago 2017, 20h02 - Publicado em 29 ago 2017, 18h46

Há histórias românticas — e há a história do jovem Kevin James Walsh.

Recentemente, no site Quora, um usuário fez uma pergunta bastante capciosa: “Qual momento da sua vida você achou que só poderia acontecer em um filme?“. Ao ver a questão, Kevin escreveu um simples “eu preciso responder isto” e narrou como ele e sua esposa, Blake Moore, se conheceram. Vale o aviso: é melhor separar os lencinhos.

Era uma vez, eu tinha 13 anos de idade e estava no acampamento de verão. A garota mais bonita que eu já vi na vida veio na minha direção e disse ‘preto combina com você’. Não faço ideia do porquê. Nós conversamos e nos tornamos amigos, trocamos os nossos usuários no chat do AOL (faz tanto tempo assim) e mantivemos contato por um tempo“, contou Kevin na publicação.

Nós perdemos contato no ensino médio, mas juro que não passei um dia sem lembrar dela. Até hoje eu não sei o motivo — algo dela ficou comigo“.

O rapaz, então, contou como no último ano do colegial, algo horrível aconteceu: “No meu último ano eu passei por algumas coisas idiotas de ensino médio que, na época, pareciam arrasadoras. Eu sucumbi à depressão. Decidi tirar a minha própria vida. Escrevi uma carta e fui para onde eu pretendia terminar tudo“, relembra Kevin.

Cinco ou dez segundos antes de cometer suicídio, meu telefone tocou. Eu chequei o número — eu não poderia morrer sem saber quem era. Era um número que eu não reconhecia, então eu atendi e era ela“.

  • Eu perguntei como ela estava e ela disse que sentiu que precisava me ligar. Fazia um ano que nós não nos falávamos e, naquele momento, ela decidiu que precisava me ligar. No final, ela se intrometeu, eu acabei contando o que estava acontecendo e ela me convenceu do contrário. Ela literalmente disse ‘o quê? Não faça isso!’. E foi isso!“, revelou o rapaz na publicação.

    Ela me fez prometer que eu ligaria para ela no dia seguinte e nós saímos juntos. Aquela foi a noite em que eu comecei a escrever as palavras que eu usaria no meu pedido de casamento, dez anos depois“.

    Continua após a publicidade

    Kevin ainda acrescentou um resumo para os preguiçosos: “A minha primeira paixão me ligou, do nada, no momento preciso para evitar o meu suicídio e eu me casei com ela uma década depois“. Não à toa, a história está emocionando pessoas do mundo inteiro, com mais de 260 000 visualizações apenas no site.

    View this post on Instagram

    "You look good in black." My first words to KJ 12 years ago. Little did either of us know that statement would be oh so true. I get to walk down an aisle and see him "look good in black" in 5 months. But more than that, I get to look good in black forever. #Moorenomore

    A post shared by Blake Katherine Walsh, J.D. (@blakeyk) on

    View this post on Instagram

    On top of the world

    A post shared by Blake Katherine Walsh, J.D. (@blakeyk) on

    Após o sucesso da história, Kevin acrescentou uma edição ao texto original: “Obrigada pela atenção! Eu e minha esposa estamos honrados pelas respostas positivas” — clique aqui para saber mais.

    Dê sua opinião: E você, o que achou da história do casal? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook.

    Continua após a publicidade
    Publicidade