Galvão se revolta com silêncio de Seleção após empate, faz discurso e vira meme

O segundo jogo da seleção brasileira masculina de futebol na Olimpíada do Rio pode não ter sido muito palpitante. Mas foi após o fim da partida que o clima esquentou – especialmente no estúdio da TV Globo. O narrador Galvão Bueno se revoltou com o 0 a 0 entre Brasil e Iraque e desabafou em […]

galvao

O segundo jogo da seleção brasileira masculina de futebol na Olimpíada do Rio pode não ter sido muito palpitante. Mas foi após o fim da partida que o clima esquentou – especialmente no estúdio da TV Globo. O narrador Galvão Bueno se revoltou com o 0 a 0 entre Brasil e Iraque e desabafou em um momento de sinceridade que acabou virando meme nas redes sociais.

+ Luciano Huck é vaiado após jogo da seleção de vôlei

Decepcionado após o resultado decepcionante no Mané Garrincha, em Brasília, Galvão ficou furioso com a postura dos jogadores brasileiros, que se recusaram a dar entrevistas e preferiram se recolher no vestiário. “As milhões de pessoas que estão em casa têm direito, sim, de ouvir. O seu ídolo, o seu jogador, aquele que joga com a camisa da seleção brasileira. É feio, muito feio, não é profissional, não é ético e não é correto, sair de campo o time inteiro e se negar a falar. Alguém tinha que assumir e falar”, atacou.

+ Anitta rebate alfinetada de William Waack e ganha torcida na web

Galvão acabou discutindo com o ex-jogador Ronaldo, que participou da equipe de comentaristas da transmissão. “Acho que eles vão falar depois de tomar banho, esfriar a cabeça, são jogadores jovens, é de praxe”, disse Ronaldo. Mas Galvão rebateu: “É, mas não está certo”.

Depois, Galvão fez um discurso comovido sobre o “espírito olímpico” e fez uma cobrança: “Olha, quarta-feira é pra chegar contra a Dinamarca, e é pra ganhar, para ir pra cima e pra ganhar. E não se pode dar as costas e negar uma palavra a tudo isso que nós mostramos aqui. Sabe, nós apenas somos um veículo que leva a palavra de um atleta pra todas essas pessoas que estão aqui e pra milhões que estão acompanhando pelo Brasil”, disse.

Sobrou até para Gustavo Kuerten, que estava no estúdio.”Quantas vezes você perdeu? Normalmente se perde mais do que se ganha. Mas se negou a falar?”, perguntou. “Acho que nunca na minha vida, porque na derrota também tem coisas boas para falar. E nas derrotas é que a gente acorda no outro dia e melhora”, respondeu Guga.

Depois da saraivada de críticas, Ronaldo também atacou a atitude apática da seleção brasileira. “Não vejo mais futebol bonito. Eu não vejo diferença nenhuma desse jogo para o primeiro e para nenhum da Copa América. Não vejo ninguém dar um carrinho, ficar bravo. Chegar, gritar, xingar, cuspir no cara”, comentou. Assista a um trecho:

Um dos momentos controversos no desabafo de Galvão teve como alvo o craque Neymar. “Não tem nem como comparar (com Marta, da seleção feminina)”, resumiu.

Confira a repercussão do momento nas redes sociais:

Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa fanpage no Facebook.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s