Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Florista desabafa e compartilha troca de mensagens após pedido de noiva

A conversa começa normalmente, com a mulher enviando uma foto para a profissional e questionando se é possível replicar os arranjos

Por Redação VEJA São Paulo 8 Maio 2019, 18h50

Não é nada barato organizar um casamento, especialmente um digno de fotos no Instagram. Mas uma noiva acabou chamando atenção online por exigir que sua florista não cobrasse pelas horas de trabalho — apenas pelas flores usadas na cerimônia.  A profissional foi até o imgur compartilhar as mensagens trocadas com a mulher e aproveitou a oportunidade para desabafar sobre a situação.

A conversa começa normalmente, com a mulher enviando uma foto para a profissional e questionando se é possível replicar os arranjos. “Oi, Mimi. Você acha que podemos fazer algo assim?”, questiona a noiva. “Olá! Claro que podemos, as guirlandas são cobradas por metro e algo assim sairia por volta de 18 dólares por metro”, explicou a florista no bate-papo. Já no começo a negociação encontra seu primeiro empasse: “Por que tanto? Eu tenho 18 mesas de 3 metros de cumprimento e sinto que sairá muito caro!”, argumentou.

A florista, então, explica o cálculo para a noiva: “Faço os arranjos à mão e há muitas flores no seu exemplo, nós sempre podemos escolher menos flores ou opções mais baratas, algo que eu ficaria muito feliz em fazer por você. Eu demoro cerca de duas horas para completar 2 metros de arranjo, e isso apenas com as folhagens. Testando as flores, 3 metros podem demorar até três horas e meia. Seriam cerca de 80 horas de trabalho apenas para as suas mesas e é por isso que o preço é alto”, argumentou Mimi.

A noiva, no entanto, não desistiu da barganha. “Estava pensando se você poderia comprar as flores a preço de atacado para simplesmente fazer os arranjos, se você não se importa”, pediu. “Não tenho certeza se estou entendendo o que você quer dizer. Você queria pagar as flores pelo preço do atacado e queria que eu não cobrasse pelo trabalho?”, questionou a florista. “É isso! Se você não se importar. Eu não consigo pagar por isso. Eu já estou gastando 10 000 dólares no meu casamento, flores são a última coisa que eu preciso. Você teria fotos bonitas do seu trabalho e eu estaria te ajudar, porque esse preço é insano. Eu realmente gosto muito dos seus arranjos, mas acho que você poderia nos ajudar”, argumentou a mulher.

“Você poderia pesquisar outros endereços. Posso te enviar um e-mail com o meu orçamento para comparar com outros negócios e também posso recomendar outros floristas em Los Angeles, se você quiser”, respondeu a florista. “Não foi isso que eu pedi. Me avise se você pode me ajudar ou não. Obrigada”, retrucou a noiva. Paciente, a profissional deu uma última resposta: “Não, eu não trabalho de graça. Me avise se há algo mais que eu posso fazer para te ajudar. Tenha uma ótima noite. A réplica da noiva?

As informações são do Bored Panda.

Dê sua opinião: E você, o que achou da história? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook!

Continua após a publicidade

Publicidade