Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Expulso após 15 pratos no rodízio? Pintor explica melhor a história

Ragazzo, onde o homem realizou a façanha, também se posicionou sobre o vídeo que viralizou nas redes sociais

Por Redação VEJA São Paulo 16 jul 2021, 16h12

João Carlos Apolonio chamou atenção ao afirmar que foi “expulso” de uma unidade do Ragazzo no Ipiranga, na Zona Sul da capital paulista. O pintor de 29 anos de idade disse que comeu quinze pratos em um rodízio do restaurante e foi convidado a se retirar após pedido do gerente do local, na quinta-feira (15).

“O gerente chegou em tom de brincadeira e disse que o máximo que o pessoal come lá é quatro, cinco pratos”, disse João, em entrevista para o UOL. “Você não é obrigado, mas eu ganho por comissão de venda. Se você for embora eu te pago do meu bolso o rodízio e depois você volta”, teria dito o gerente para João.

O preço do rodízio é 19,90. Mais tarde naquele dia, o pintor voltou ao local e comeu mais 35 pratos de massas. João, em relato para o UOL, afirmou que é morador do Capão Redondo, na Zona Sul, e está desempregado. Ele estava no Ipiranga por conta de um bico como pintor que conseguiu na região.

Em nota, o Ragazzo afirmou que entrou em contato com o pintor “para esclarecer o ocorrido. O caso não passou de uma produção de conteúdo para as redes sociais particulares do cliente, que em momento algum foi destratado ou incentivado a deixar o restaurante pela equipe de operações da rede”, diz o texto.

“Reforçamos que na promoção Rodízio de Massas & Coxinhas Ragazzo, os clientes podem consumir os pratos selecionados do programa sem limitação de quantidade, conforme estabelece o regulamento oficial disponível no site, redes sociais e lojas físicas da marca”, finaliza o Ragazzo.

  •  

    Continua após a publicidade
    Publicidade