Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Grito da torcida do Criciúma contra Chapecoense provoca polêmica

Torcedores fizeram referência ao acidente que matou 71 pessoas em 2016 em provocação ao time adversário e chamaram atenção na internet

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 24 abr 2017, 11h37 - Publicado em 24 abr 2017, 11h34

A tragédia envolvendo o time de futebol da Chapecoense emocionou os torcedores brasileiros em 2016. No entanto, parece que nem todos os admiradores do esporte sabem como prestar respeito ao adversário: neste domingo (23), pela última rodada do segundo turno do Campeonato Catarinense, torcedores do Criciúma foram flagrados entoando um canto bastante desrespeitoso.

Após serem provocados pelo time adversário, os torcedores do clube catarinense responderam com gritos de “ão, ão, ão, abastece o avião”. O canto faz referência ao acidente aéreo que vitimou 71 pessoas, sendo uma grande maioria da delegação da Chapecoense. A cena lamentável foi registrada no Estádio Heriberto Hülse, durante a vitória do Criciúma por 1 a 0. Assista:

Muitos vídeos do momento chamaram atenção nas redes sociais. No Twitter, o assunto era um dos assuntos mais comentados na manhã desta segunda (24). Após emitir o cântico infeliz, os torcedores do Criciúma foram reprimidos por vaias de outros espectadores da partida, inclusive admiradores do mesmo time de futebol. Confira a repercussão: 

Apesar da perda, a Chapecoense conseguiu se reestruturar e conquistou o título da Taça Sandro Pallaoro, o segundo turno do Estadual e fará a decisão com o Avaí. A primeira partida será no dia 30 de abril, na Ressacada, e a grande final será transmitida no dia 7 de maio, na Arena Condá.

  • Após a polêmica, o Criciúma Esporte Clube publicou uma nota de esclarecimento em seu site: “O cântico entoado por meia dúzia de torcedores é de profundo mau gosto e não condiz com espírito desportivo que norteia o Criciúma Esporte Clube, bem como, a todos os coirmãos de Santa Catarina“. Confira: 

    Dê sua opinião: E você, o que achou da repercussão do vídeo? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook!

    Continua após a publicidade
    Publicidade